A melhor imobiliaria presidente prudente

O seguimento residencial entre 300 e 600 mil reais serão a grande aposta das imobiliárias brasileiras para o final de 2017. A visão do consumidor mudou e está mais voltada à praticidade e localização.

Apartamentos reduzidos, de 25 a 50 metros quadrados, com áreas de utilização coletivas, como lavanderias, áreas de lazer e de serviços deverão ser as unidades mais procuradas especialmente nos grandes centros urbanos. O consumidor destas grandes cidades tem deixado de lado investimentos em automóveis, por exemplo,  já que a oferta e o acesso ao transporte público é mais eficiente.  Além da praticidade de manutenção, esses imóveis podem ser oferecidos com condições facilitadas pelas imobiliárias para os potenciais compradores.

Essa mudança de prioridade na visão do consumidor será decisiva para o aquecimento do setor imobiliário.

Outro setor que poderá se beneficiar é o de habitação popular.

Com melhores condições para financiamentos e a possibilidade de utilização de saldos inativos de FGTS, famílias de renda inferior se sentirão mais seguras e entusiasmadas sair do aluguel e adquirir seu próprio imóvel.